Active Folate

Indicações

Cérebro

Atualmente sabemos que, o declínio de vários bio-nutrientes essenciais que funcionam como cofatores bioquímicos vitais para o nosso organismo é uma realidade presente na nossa vida moderna, repleta de novos hábitos e cada vez mais longeva.

Os bioativos presentes na composição do Active Folate, o ácido fólico, a vitamina b12, a vitamina b6 estão diretamente ligados à saúde cerebral e são nutrientes do Body-Ready (prontos para o corpo) capazes de otimizar a saúde do Sistema Nervoso Central e Periférico.

L-5´METHYL TETRA HYDROFOLATE

Hoje sabemos que, com o avançar da idade, há um declínio muito significativo do nível de Folato Bioativo cerebral no fluido espinhal (CSF) e há evidencias cientificas que relacionam os níveis de folato bioativo (L-methylfolate) com as funções psíquicas e cognitivas, aonde a sua redução podem estar diretamente ligadas a depressão e demência.

Estudos epidemiológicos e observações de casos clínicos sugerem que baixas concentrações do Folato Bioativo (L-methylfolate) no sangue pode está relacionada com a fraca função cognitiva, demência e doença de Alzheimer e outras disfunções neurais.

METHYLCOBALAMIN

A Methylcobalamin é a forma ativa da Vitamina B12, sendo ela, mais biodisponível e bem melhor absorvida que a cianocobalamina.

Na bioquímica cerebral, um dos grandes benefícios da Methylcobalamin e a sua atuação direta na detoxificação de homocisteína, através da sua conversão em metionina e como doadora direta de grupos metil para a síntese de SAM-e, nutriente que tem a propriedade de aumentar o animo, a disposição e o humor.

É também essencial no processo bioquímico da síntese de bainha de mielina e na formação de neurotransmissores.

PYRIDOXAL 5´PHOSPHATE (P5´P)

P5´P é a forma ativa da piridoxina e atua como coenzima em diversos processos bioquímicos do nosso organismo.

O P5´P desempenha importante papel na síntese de neurotransmissores como a noradrenalina, dopamina e GABA, participando assim de processos fundamentais para o equilíbrio e saúde do cérebro.

CARDIOVASCULAR

Altos níveis de homocisteína implicam em desordens do sistema cardiovascular, incluindo trombose, acidente vascular cerebral, aterosclerose e infarto do miocárdio. 5-MTHF e outros metabolitos ativos de algumas vitaminas do complexo B, além de diminuir os níveis de homocisteína no sangue, podem também melhora o fluxo sanguíneo nas artérias periféricas, aumentando o óxido nítrico (NO) no endotélio vascular.

A maioria dos fatores de risco para aterosclerose estão associados com deficiência na vasodilatação devido à insuficiente produção de NO (a exposição crônica do endotélio vascular à homocisteína compromete a produção adequada de NO), isto leva à lesão do endotélio e ao inicio da aterosclerose, incluindo aumento da adesividade de monócitos e plaquetas, aumento da proliferação de músculo liso e formação de trombos.

Os componentes ativos da sua formulação, são coadjuvantes na melhora da síntese de NO por:

* Redução dos níveis plasmáticos de homocisteína, aumentando assim a disponibilidade de cofatores endoteliais como tetra-hidrobiopterina;

*Redução da produção de anions superóxido;

*Otimização do ciclo de metilação através da biodisponibilidade de metabolitos ativo como L MethylFolate, Methylcobalamine e Pirydoxal 5′ Phosphate;

Um estudo de 2001, publicado pela Arteriosclerosis Thrombosis and Vascular Biology e intitulado como “Folato melhora a função endotelial na doença coronariana: efeito mediado pela redução do superóxido intracelular”, realizou estudo cruzado randomizado com 52 indivíduos com doença artéria coronariana.

Por um período de seis semanas, foi administrado, ácido fólico (5mg/dia) e como resultados obtiveram melhoras significativas na dilatação mediana pelo fluxo na artéria braquial – medida da função endotelial.

Neste mesmo estudo, 10 pacientes foram tratados com 5-MTHF intra-arterial e também obtiveram como resultados melhoras no quadro clínico.

A deficiência em cofatores que metabolizam homocisteína é frequentemente observado nos idosos, o que pode resultar num aumento da homocisteína plasmática, com o avanço da idade.

Os níveis elevados de homocisteína associados com o envelhecimento, bem como níveis baixos de ácido fólico e vitaminas B6 e B12, pode resultar na diminuição da metilação de numerosas substâncias, incluindo ADN e as proteínas, diminuindo a integridade de estruturas vasculares e neurônios. Active Folate é a primeira fórmula nutracêutica do mercado brasileiro capaz de funcionar de forma adjuvante na normalização do metabolismo da homocisteína e é a única que contém as formas metabolicamente ativa (Body- Ready), dos cofatores de nutrientes que metabolizam homocisteína.

GRAVIDEZ

As vitaminas e alguns nutrientes são essenciais para o período pré-gestacional e para a saúde e o desenvolvimento do feto.

Destes, o folato é particularmente o mais importante.

Deficiências de folato na dieta pode levar a anormalidades na mãe (anemia, neuropatia periférica) e principalmente no feto (anomalias congênitas).

A suplementação da dieta com ácido fólico ( fonte mais comum de folato ) na época da concepção tem sido empregada para reduzir o risco de defeitos do tubo neural (DTN).

Os níveis de normais a ótimos de folato também estão relacionados na redução do risco de parto prematuro e doença cardíaca congênita.

Uma diferença importante entre vitaminas pré-natais é a fonte de ácido fólico. A sua fonte ideal seria através da sua ingestão da sua forma biodisponível, o l -methylfolate. Tendo a opção de prescrever a forma biodisponível deste importante nutriente pode ser vantajoso para várias mulheres que pensam engravidar ou para aquelas que já estão grávidas e que estão em risco para essas condições acima mencionadas.

O L -methlyfolate é a melhor opção como fonte de folato e bem superior ao ácido fólico. Principalmente para os períodos pré-natal, pois estudos comprovam que cerca de 40% a 60% da população tem polimorfismos genéticos que prejudicam a conversão de ácido fólico suplementar na sua forma ativa, l -methylfolate. In vivo, o corpo converte o ácido fólico proveniente da dieta ou da suplementação, para l -methylfolate através de uma série de processos enzimáticos. A fase final é feito com a enzima redutase metiltetrahidrofolato (MTHFR). Aqueles com determinados polimorfismos MTHFR têm atividade inadequada dessa enzima. Com base na alta prevalência destes polimorfismos genéticos e a importância de assegurar que as mulheres grávidas obtenham níveis de folato bioativo adequado, a suplementação com l -methlyfolate é a opção mais efetiva e segura para evitar deficiências de folato no sangue.

Devido e dificuldade e altos custos dos exames que indicam o polimorfismo genético, não é prático testar cada mulher para ver se eles têm os polimorfismos relevantes. Dessa forma, o mais aconselhado é o médico prescrever vitaminas pré-natais que contênham l -methlyfolate em vez de ácido fólico.

Além do L Methylfolate, o ActiveFolate tem na sua formulação, bionutrientes necessários e vitais para o período pré-gestacional e para o feto, pois nele existem ativos que participam da síntese e maturação das células sanguíneas, sínteses de base nucleicas, redução dos níveis sanguíneos de homocisteina e aumento dos níveis de hemoglobina evitando anemias no período gestacional e pós parto.

BEM-ESTAR

A manutenção de um nível plasmático de homocisteína normal tem sido tão relevante quanto atenção dada aos níveis elevados de colesterol e triglicéridos como uma preocupação principal para a manutenção da boa saúde cardiovascular.

Os níveis plasmáticos de homocisteína também estão associados com a manutenção do osso, reprodutor feminino, cognitivo e saúde neurológica.

* Numerosos estudos defendem a redução dos níveis plasmáticos de homocisteína através de suplementação nutricional.

* Uma série de desequilíbrios bioquímicos que podem elevar os níveis de homocisteína pode ser abordada, completando com os co-fatores nutricionais adequadas.

Por exemplo, o ácido fólico (como L-5-metiltetrahidrofolato), vitamina B12 (tal como metilcobalamina), e betaína (trimetilglicina) estão envolvidos na reciclagem de homocisteína para o aminoácido metionina, ao passo que a repartição de homocisteína no benéfico aminoácidos cisteína e taurina pode ser facilitada por fosfato de piridoxal-5′(a forma ativa da vitamina B6).

* Estudos têm demonstrado que estes nutrientes podem ajudar a manter níveis normais de homocisteína no plasma.

* Em adição aos efeitos de homocisteína benéficos dos ingredientes na Metil-Guarda, ácido fólico tem sido mostrado para ajudar a manter a função normal das paredes arteriais, permitindo-lhes a dilatar mais prontamente e melhorar a circulação.

* Os níveis de homocisteína pode ser aumentada em indivíduos em que a reação enzimática responsável pela conversão de ácido fólico para o doador de metilo de L-5 activa -methyltetrahydrofolate (5-MTHF) não funciona corretamente; portanto, Metil-Guarda contém 400 mcg de 5-MTHF ativo por cápsula.

* Manter homocisteína normal é importante para uma boa saúde cognitivo. * A deficiência em cofatores que metabolizam homocisteína é frequentemente observado nos idosos, o que pode resultar num aumento da homocisteína níveis, com o avanço da idade.

Os níveis elevados de homocisteína associados com o envelhecimento, bem como níveis baixos de ácido fólico e vitaminas B6 e B12, pode resultar na diminuição da metilação de numerosas substâncias, incluindo ADN e as proteínas, diminuição da integridade de estruturas vasculares e neurônios.

* Proporcionar os co-factores nutricionais para homocisteína metabolismo fornece suporte para um cérebro saudável.

* Metil-Guarda foi a primeira fórmula dietética no mercado para promover o metabolismo da homocisteína e é a única que contém as formas de corpo, pronto-activas dos co-factores de nutrientes que metabolizam homocisteína.

SEJA UM REVENDEDOR

Active Folate